Fusão da Dabi Atlante e da Gnatus é aprovada pelo CADE

Surge uma nova companhia brasileira no setor de saúde, no segmento de fabricação e vendas de equipamentos odontológicos na América Latina

Compartilhe

Receba nossa newsletter
Agosto 2015 Edição do Mês

Da Redação


 

 

O CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou na quarta-feira (25), a fusão da Dabi Atlante e da Gnatus, ambas sediadas em Ribeirão Preto (SP). As empresas, que haviam anunciado ao mercado a intenção da fusão em janeiro deste ano, formam uma nova companhia brasileira no setor de saúde, no segmento de fabricação e vendas de equipamentos odontológicos na América Latina.

A nova empresa tem Pedro Biagi Neto como presidente do Conselho de Administração e já definiu o corpo diretivo: Luiz Roberto Kaysel Cruz como presidente; Caetano Barros Biagi como vice-presidente executivo; e Gilberto Henrique Canesin Nomelini como vice-presidente de operações.

A aprovação do CADE ocorreu mediante medidas estruturais que incluem o fim da exclusividade das redes de distribuição e assistência técnica da Dabi e da Gnatus e também a venda de uma das marcas principais no mercado interno, sendo que a marca a ser alienada por determinação do CADE será a Gnatus. No mercado externo a mesma continuará a ser usada. Mas no curto prazo nada muda. A comercialização dos produtos com a marca Gnatus continua normalmente e haverá um prazo adequado para que a venda da marca no Brasil ocorra.

Estamos confiantes de que juntos fortalecemos as bases já existentes para nos consolidarmos como uma empresa global na área da saúde. Ampliamos nossa capacidade de gerar produtos mais inovadores e disputar novos mercados”, afirma Luiz Roberto Cruz. A nova empresa já surge com cerca de mil colaboradores diretos e vendas projetadas de R$ 300 milhões em 2016.

Com 69 anos de atividades, a Dabi Atlante produz e comercializa as linhas de consultórios, periféricos, peças de mão, diagnóstico por imagem e implantes. Possui atuação em todo o Brasil e exportações regulares para mais de 30 países, com destaque para os Estados Unidos e América do Sul. Lançou no último ano o primeiro tomógrafo digital odontológico fabricado na América do Sul.

Fundada em 1976, a Gnatus é uma empresa genuinamente brasileira, reconhecida mundialmente pela qualidade e inovação de seus produtos. Com foco na pesquisa e desenvolvimento de equipamentos que asseguram conforto e segurança aos profissionais e a seus pacientes, tornou-se a maior exportadora do setor odontológico brasileiro, com clientes em 142 países.

Notícias Relacionadas